logotipo sobre relacionamento

Home | Sobre | Contato | p/Solteiras

Diferenças X Incompatibilidades

Como Conquistar Um Homem
Muitas são as vezes que temos algum problema com a pessoa que amamos, mas logo tais problemas são resolvidos. Mas tem situações em que aparentemente nada se resolve. São sempre os mesmos problemas voltando e os dois nunca conseguem resolvê-los como deveriam. Parecem duas pessoas que nunca conseguem concordar sobre determinado assunto e um nunca cede ao outro a razão. Desentendimentos sempre vão existir, pois nenhuma pessoa é igual a outra, mas e quando tais desentendimentos chegam ao ponto de colocar um fim à relação? Por que isso acontece?

No relacionamento a dois, quanto mais parecidos, melhor. Mas se forem iguais um ao outro, provavelmente não vai dar certo. No entanto, é possível que pessoas muito diferentes sejam muito felizes, o problema é que quanto maior o grau de diferenças, maior o risco de haver alguma incompatibilidade.

É possível viver e aceitar as diferenças. Mas é impossível aceitar as incompatibilidades. No entanto muitas pessoas não sabem quando são diferentes e quando são incompatíveis, e é exatamente isso que a nossa postagem de hoje vem tratar.

O que é a diferença?
Diferenças X Incompatibilidades

Segundo a maioria dos dicionários, diferença é "Qualidade ou estado de diferente; desigualdade". É quando uma coisa não é parecida com a outra. Levando isso para os relacionamentos, podemos dizer que duas pessoas são diferentes quando elas possuem gostos, hobbys, desejos diferentes.

O que é a incompatibilidade?

Segundo o dicionário online da uol, incompatibilidade significa "Qualidade de incompatível. Oposição.".  Duas coisas incompatíveis não conseguem estar no mesmo espaço, no mesmo tempo, no mesmo local, sem que haja um conflito entre elas, pois não se adequam uma na outra. Levando isso para os relacionamentos, casais incompatíveis tem crenças, valores e desejos que são opostos um ao outro; ou que, no mínimo, mesmo não sendo opostos, causem uma repulsão de uma das partes.

E qual a diferença entre "Diferenças e Incompatibilidade"?

É que o diferente pode ser aceito na junção de tudo, mas o incompatível não.

Tomando como base o contexto homem e mulher, um relacionamento pode dar certo se os dois forem diferentes, não importando qual o grau de diferença entre eles (eles podem até ser muito diferentes, muito diferentes mesmo!). Mas se forem incompatíveis em apenas uma coisa, então pode crer que tudo vai por água abaixo e o relacionamento nunca vai dar certo.

Mas quando um casal é diferente e quando ele é incompatível? É isso que você vai saber a partir de agora.

Casais diferentes

Um casal é diferente quando gostam e fazem coisas diferentes, mas isso não os afeta de nenhuma forma que possa ser prejudicial aos dois, podendo ser passivamente resolvida tais diferenças.

Vamos começar pelo básico do básico: Comida. Quando o homem gosta de de fígado, por exemplo, e a esposa não suporta comer tal alimento, há uma diferença. Mas essa diferença não impede de forma alguma que os dois sejam felizes no seu relacionamento (leia a Síndrome de Gabriela nos relacionamentos para entender um pouco mais).

Se um gosta de fazer exercícios e o outro não, também há diferenças aqui, mas não é motivo para o término do casal. Se o homem é um advogado bem sucedido e sua mulher nunca acabou os estudos, isso é apenas mais uma diferença e não necessariamente fará com que o casal não dê certo.

Casais incompatíveis

Esse tipo de casal muito raramente será feliz juntos. Isso acontece porque as incompatibilidades são difíceis de aceitar, embora haja raras exceções ( E quando digo rara, quero dizer RARÍSSIMAS MESMO!).

Casais incompatíveis normalmente querem coisas opostas um ao outro, o que gera muitos desentendimentos, brigas e desconfortos o tempo todo, e levará fatalmente ao fim do relacionamento.

As incompatibilidades entre os casais podem se manifestar das mais variadas formas. Vamos a elas:
  • A mulher quer ter uma vida mais tranquila, ter uma casinha branca de varanda num lugar calmo e longe de tudo. Mas o homem quer ser um mega empresário, correr o mundo, ama a cidade e a correria do mundo moderno. Como pode os dois darem certo? Uma relação a sim só acabaria feliz se um dos dois sacrificasse pelo outro a vida que gostaria de ter, o que geralmente não acontece;
  • Casais de religiões diferentes também não dão certo. Embora existam muitos casais que sejam diferentes no credo religioso, a maioria deles vive em uma briga constante sobre qual religião é a melhor e um tenta sempre convencer o outro a frequentar a sua, o que torna a vida um inferno;
  • Ter filhos também é outro motivo de incompatibilidade. Imagina o seguinte: A mulher tem o sonho de ser mãe a vida toda, mas o cara abomina crianças, que futuro hão de ter os dois? Que pai esse homem será caso tenham filhos? Essa é mais uma outra incompatibilidade.
Pessoas incompatíveis são opostas e não pode conviver juntas. São como água e óleo. Você não vai querer ter um relacionamento com uma pessoa incompatível a você, acredite.

Acho que já deu para entender qual a diferença entre "diferenças e incompatibilidades" não é mesmo?


A última dica


Se você quiser salvar seu relacionamento de verdade, eu deixo abaixo a recomendação de um curso criado por um especialista comportamental:




Att,
Alan Ribeiro

*Você se sentiria feliz em compartilhar este artigo?

Somente clique no botão se
você nunca foi feliz no amor!

44 comentários:

  1. Eu estou há 12 anos num relacionamento cheio de incompatibilidades... Temos duas crianças.. Acho que finalmente agora estamos concordando em dar um fim nisto.. Nunca fomos realmente felizes..

    Obrigado pela matéria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cuidado, se vocês se casaram mesmo, no papel e tudo, não é bom que se separem a não ser que tenha havido traição. Em caso de não ter havido, lutem pelo casamento de vocês para consertar tudo isso. Vivemos em uma época em que as pessoas acham que é melhor jogar fora do que consertar, mas não é bem assim. Às vezes o casamento tem solução, basta esforço da parte dos dois para mudar a situação.

      Excluir
  2. Tenho um relacionamento que minha namorada terminou comigo alegando estas mesmas coisas.Que somos incompatíveis 100% " Oque eu e todas as pessoas que nos acompanham sabem ".Eu a amo estou sofrendo por isso, eu como um cara maduro nunca tive a pretensão de mudar ninguém, mas ela é explosiva quando estressada, não suporta que digam a ela que ela precisa melhorar certos pontos de seu comportamento.Teve uma infância e adolescência marcada pelo fracasso do casamento dos pais, não sabe expressar seus sentimentos,no entanto eu sempre compreendi isso.A própria mãe que teve um casamento desfeito, a aconselhou ser paciente e amorosa, mas ela diz que eu não sei lidar com o jeito dela e nem ela com o meu.É a segunda vez que ela tem essa crise. Acho que dessa não tem mais volta...

    ResponderExcluir
  3. Se são incompatíveis, não vale à pena ficar perdendo seu tempo. Na certa tem alguém compatível com você e que não vai fazer você passar por isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lol as suas respostas são inscriveis. Se estão casados pelo papel e ha anos que estao infelizes, ui que não pode terminar. Mas se for no caso de uma pessoa que neste caso tem muito trabalho interior para fazer, em vez de a ajudar a curar isso não "não vale a pena ficar". PAH.

      Excluir
  4. Tenho valores e principios que me levam a nao aceitar coisas como drogas, tabaco ou excessos. A minha namorada faz estas 3 coisas pois nao acha errado. A verdade e que estamos sempre a chatear por esses temas pois nao quero abdicar dos meus principios e valores e ela desvaloriza quando lhe peco para abdicar. Agora estamos separados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o melhor que poderia ter acontecido a você. Não perda seu tempo com quem nitidamente não pode te fazer feliz!

      Excluir
  5. Estou num relacionamento de 11 anos, casada há 6 meses, mas a vida sexual vai mal, acho que são nossas diferenças... Moramos juntos há 3 anos, mas eu sou bagunceira, não consigo melhorar mais do que já me esforço, mas ele é perfeccionista, não tolera meu jeito...as brigas acontecem há tempos, sempre os mesmos motivos...não sei se é possível contornar isso...o que vc acha? AA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É possível sim. Você é bagunceira porque não se organiza, acontece o mesmo comigo, mas estou melhorando depois que comecei ater certas atitudes. Anote tudo que você faz e que causa bagunça e leia bastante isso. Quando você estiver numa situação de fazer uma bagunça, você vai lembrar, já que vai estar fresquinho na sua cabeça, então não vai fazer. Seu marido vai agradecer e vocês vão viver bem. Isso aí é uma coisinha muito boba para gerar conflito, apenas faça sua parte.

      Excluir
  6. Eu namoro há alguns meses e no inicio era tudo perfeito e tals, na vdd ainda é e não tenho do que reclamar. Eu, apesar de não ter religião agora, sempre fui criada em um lar com valores religiosos... E o problema mesmo é na aceitação do passado sexual dele, é algo que não me conformo, tento aceitar mas é difícil. Pra muitos hoje em dia é tão normal fazer sexo mas para mim sexo não é só sexo ou um meio de obtenção de prazer momentâneo, pode até ser isso mas que seja com alguém que tenha algum valor... Só que me dói ver que sexo pra ele é algo tão banal e que não tem problema algum fazer com uma pessoa que ele nem conheça. E isso me perturba muito, pode ser bobagem mas me incomoda (penso nisso todos os dias), o fato dele ter feito isso com outras e mais ainda o fato de nenhuma delas terem sido namoradas dele... Meus valores quanto a isso são diferentes comparados aos dele, no restante nos damos muito bem, não me incomoda eu ser cristã e ele ser ateu (na crença em si, acho que isso conseguimos lidar bem, até porque em pensamentos somos muito iguais, se houver respeito na crença do outro e comunicação, acredito que não seria um problema), nunca nos desentendemos e temos muito respeito um pelo outro mas eu tenho medo que no futuro esse incomodo possa interferir em algo, acabar em briga ou que eu não consiga aceitar. Tem como nosso relacionamento dar certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem como esse relacionamento dá certo.

      Agora pode ser que vocês estejam bem, pois estão em uma fase da relação onde a cobrança não é tão acentuada, mas quando vocês dois resolverem dividir uma vida dentro de um casamento, você pode ter certeza que o fato de ele não crer em Deus e você crer vão fazer vocês dois viverem um inferno. E digo mais, você vai começar a perceber que cada vez que a relação de vocês se aprofunda mais, mais discordâncias vão ter neste sentido.

      Com relação ao passado sexual dele, não há o que mudar. A maioria dos homens não se importam mesmo com quem transam, só querem saber de satisfazer seu prazer, mesmo que sejam com pessoas que nem conheçam, pois o sexo para muitos homens está relacionado simplesmente em ter prazer e não tem nenhum envolvimento sentimental. Transar com qualquer uma é normal para muitos homens e, se para o seu namorado é normal e isso te incomoda, então pode ter certeza que no futuro vai incomodar ainda mais, pois para quem faz sexo como quem troca de roupa, trair a pessoa amada é muito fácil. Suas chances de ser traída são muitos grandes.

      E você está certa sim em pensar que sexo não é para ser feito com qualquer um(a), por isso te digo que na fase atual de vocês dois estas questões podem não ser um problema tão grande, mas na fase posterior, quando o tempo passar, seu relacionamento vai se tornar um inferno.

      Eu não perdia meu tempo com uma relação assim, mas a cabeça é sua, é você quem deve tomar a decisão.

      Excluir
    2. Isso não são valores morais, são ciumes e insegurança disfarçados. Além disso, a traição não ten nada a ver com isso. Um homem qdo quer trair trai, não vai ser por no passado ter feito x e y. Se for por ai então todos traem. E se os dois têm aw mesmas ideias então e porque para ti a religião é um rótulo para ser aceite pela família e não uma verdadeira crença.

      Excluir
  7. Eu acho que eu e meu namorado nao somos incompatíveis. Mas já não somos mais felizes juntos. O que mais me faz infeliz é que ao me ver ele é mais feliz com os amigos, ele não faz sacrificio mais algum pra o nosso relacionamento. É mt estressado e impaciente e isso somos os dois. Quando discutimos nenhum dos dois aceita estar errado. Ele não é tolerante e nem eu. Pior que já separamos diversas vezes. Mas não conseguimos ficar longe do outro. Somos aquele casal qdo tá longe estavam love mas junto só brigas. Mas confesso sinto que as coisas estão piores, pois agora ele está com amizades novas e estou me sentindo insegura, sinto que ele é mais leve e feliz com eles. Meu namorado diz que eu reclamo demais, mas é devido a imaturidade dele e tbm eu sou perfeccionista. Aí difícil :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O erros está nos dois. Nenhum de vocês quer sacrificar pelo outro, aí é melhor terminar.

      Excluir
    2. Ah, mais uma coisa. Se você não resolver essa questão de aprender a tolerar e sacrificar pelo outro, mesmo que você termine este relacionamento vai está fadada ao fracasso sentimental quando for se relacionar de novo. Mude. (ps. Ele também precisa mudar muito)

      Excluir
  8. Depois de seis de relacionamento, com pessoa que gosta de "fuzaca", ou seja, festas, bebedeiras, etc.... E vc uma pessoa que busca uma vida mais família, pacata, e principalmente, crescimento espiritual.... Tem concerto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não me arriscaria permanecer num namoro com uma pessoa dessas, totalmente incompatível contigo.

      Agora, se vocês jã são casados, ore por ele, é a única saída. E dê o exemplo do que deve ser feito.

      Mas, se são apenas namorados, noivos, então é perda de tempo.

      Excluir
  9. sou casado a 6 anos.somos cadados no papel e tudo. conheci minha esposa quando eu tinha 23 anos e ela 31. acontece que hoje mais maduro vejo que somos incompativeis. ela tem três filhas de outros relacionamentos e não pode mais ter filhos. as vezes fico pensando como será meu futuro sem ter filhos. também temos opiniões, gostos bem diferentes. sem falar no ciúmes possessivo dela, talvez por eu ser mais novo. ela teve um passado frustrante com outros relacionamentos, na família também e ela é cheia de traumas. me sinto sem saída, as vezes penso em separar mas fico pensando como ela vai ficar, não ter pra onde ir, ela não se da bem com a família. se separarmos ela cairá em depressão eu acho. somos Cristãos, moravámos juntos antes e casamos legalmente pelos notivos religiosos. enfim, sinto que foi uma decisão precipitada mas agora fico pertubado se tento "consertar" ou dar uma basta e tentar depois um novo relacionamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tente consertar. Você assumiu um compromisso diante de Deus com esta mulher. E, se você é de Deus, tem que confiar nele e que ele pode restaurar seu casamento. Você deveria ter visto a questão dos filhos lá atrás, quando resolveu se relacionar com sua esposa, mas, como não viu, então honre sua palavra no casamento. As pessoas acham melhor jogar fora do que consertar, mas não seja como elas. Restaure seu casamento, Deus pode te ajudar a fazer isso, até mesmo porque Deus odeia o divórcio.

      Excluir
  10. Eu acho que eu e minha namorada não somos compativeis. somos de religiões diferentes, ideias totalmente diferentes,ela é muito orgulhosa e eu sou tolerante eu amo muito ela. A minha familia não gostou dela porque pensa que ela é achada,muitas vezes não tenho como defender a reputação dela na minha familia.namoramos a 4 anos mas ultimamente só tenho pensado em como lhe deixar!?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você só tem pensado em como deixar a namorada, está na hora de sair do pensamento e botar em prática seus planos. Melhor terminar o namoro do que ficar com alguém onde você fica empatando a vida dela e ela só te empata.

      Excluir
  11. Estou em um relacionamento a distância com uma pessoa de outro país. Temos nossas diferenças mas também muitas coisas em comum. Nós brigamos muito as vezes por motivos tolos. Como saber se são só as diferenças ou se é incompatibilidade? Detalhe: Eu sou super sensível e ele é mais do tipo insensível. Isso é diferença ou incompatibilidade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A incompatibilidade está em vocÊ perder tempo com um relacionamento com alguém que mora em outro país, isso não vai dar certo. Namoro é calor, é proximidade, é conhecimento do outro, você não pode ter nada disso com este cara. Acorde pra vida e siga em frente.

      Excluir
  12. Meu caso é o seguinte: eu sou muito incompatível à minha esposa. Eu gosto de assistir a documentários sobre a natureza, arqueologia, sobre o mundo antigo entre outras coisas nessa mesma linha, mas ela sempre diz: ''muda dessa porcaria'' e coloca na novela. Ela gosta de assistir a programas populares e tudo que eu gosto e lixo. Ela foca nos meus defeitos o tempo todo, eu sei que eu não sou uma pessoa fácil de lidar, mas ela chegou a dizer que eu não tenho nada de bom. Desde de que ela me disse isso algo mudou dentro de mim, mas eu não sei se ela disse isso da boca para fora, ou se foi sincera. Outro problema que nós moramos juntos com o irmão e a prima dela, então a nossa privacidade fica comprometida, fora a bagunça que o irmão dela faz e a deixa mais estressada, e sendo eu seu marido, acaba recaindo sobre mim essa tensão extra. Ela também me diz que é minha obrigação sustenta-lá, porque ela tem que usar o dinheiro dela para pagar sua faculdade. E em mim quem investe? Eu nunca quis essa vida de casado, mas eu estava apaixonado e cai nessa, o difícil e saber que se nós nos separamos nuca mais nos veremos outra vez, será como se ela tivesse morrido, e também deixar uma pessoa e como se eu tivesse a descartando como um objeto e isso me faz sentir-se muito mal por dentro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabrício, antes você tivesse pensando antes de se casar. Agora que está casado, deve lutar pelo seu casamento. Arrume uma casa só para vocês e aprendam a conviver com as diferenças um do outro. Vocês não são incompatíveis, são apenas diferentes. Se cada um sacrificar pelo outro, então vai dar certo.

      Excluir
  13. Alan, boa noite.
    Gostei muito do tema aqui abordado.
    Estava procurando uma explicação para tudo o que vivo em meu relacionamento aqui na internet, (conselho), pois, pedir conselhos a quem esta perto de mim não tem surtido efeitos. Vou relatar minha situação: Me casei novo (20 anos), minha esposa tem a mesma idade. Na verdade nunca pensei em me casar, foi por força do destino. Assim que casamos minha esposa começou a tentar engravidar sem me comunicar, foi até que dois anos após o casamento ficou grávida. Depois estava prestando concurso para PM (sonho de infância) minha esposa estava orando para que eu não fosse aprovado, como não fui. Fazia artes marciais, minha esposa nunca apoiou, acampava, minha esposa nunca gostou, tinha amigos, minha esposa não gostava da ideia, sou membro de um moto clube, minha esposa não gosta de viagens de moto, gosto de coisas antigas e ela de coisas modernas, gosto de dormir cedo e acordar cedo ela de dormir qualquer hora e acordar tarde. Gosto de jantar ela não faz com prazer. Nunca me procura para o sexo, desde que casamos sou eu quem invisto para que ocorra o ato sexual. Participo do louvor de minha igreja, ela não faz nada, só critica as pessoas. Tenho dois filhos e um patrimônio, que penso ser agora, o único motivo pelo qual ainda não resolvi minha situação. O que você me aconselharia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aconselho você a tentar salvar seu casamento, não vale a pena terminar por causa de nenhum destes motivos. Vocês dois tem que entrar em um consenso, fazer sacrifícios um pelo outro. Você teve no namoro a chance de escolher casar ou não, já que escolheu, não importa se agora as coisas estão quebradas, simplesmente vá lá e conserte.

      Excluir
  14. Estou num relacionamento há 6 anos. Só que eu aqui e ele em outro estado, nos viamos quase todos os finais de semana, e mesmo assim brigávamos. Ele é bem egocêntrico. Tivemos um problema sério com droga, ele foi internado por três vezes, e nesses últimos 4 anos só tive tristezas, mas fiquei com pena de deixá-lo, me senti na obrigação de ajudá-lo, até pq ele tem um lado bom, só que acabou o encantamento. Hoje ele é louco por mim, acho que até virou doença. Ele está num caminho reto, fazendo de tudo pra darmos certo, mas eu não suporto mais estar na presença dele. Desde setembro do ano passado ele está comigo, mas já chegou em fevereiro para eu ver que realmente somos muito diferente ou incompatíveis. Eu já pedi para pra ele seguir a vida e me deixar na paz, que meus sentimentos de mulher terminaram e ele não aceita. Tem até me ameaçado se caso eu apareça com outro homem (nem me passa nada disso, e na dele passa). A situação está crítica. É um homem com nível superior, hoje com uma fé mais firme, só que não suporta a ideia de me deixar sozinha. Tenho receios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, você tem que pensar em você e na sua felicidade. Que tipo de futuro você vai ter com um homem assim, que nem você suporta-o? Tome uma decisão, senão vai sofrer muito.

      Excluir
  15. Gostei do texto, parabéns! Sigo uma religião e sei que a biblia ensina para casar-se no senhor e tambem procurar alguem que tenha os mesmos objetivos espirituais.
    Mas eu me apaixonei por uma pessoa incrivel que apenas frequenta uma outra igreja, porem nao segue, ele gosta de filmes demoniacos, eu odeio. Ele tem perfil popular na internet rodeado de garotas vulgares, isso tambem me incomoda, ja pedi pra ele mudar essas coisas mas foi em vão. Ele pensa muito em buscar riquezas, já eu penso que isso nao traz real felicidade.
    Se ele começasse a seguir os mesmos principios que eu, tenho certeza que ele mudaria essas coisas. Nos damos muito bem juntos, eu o amo de verdade. E a biblia também fala para ouvirmos nosso coração. Oque acha disto, qual conselho voce me daria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me mostra onde a bíblia fala para ouvirmos o coração? Negativo, a bíblia fala que o o coração é enganoso (Jeremias 17:9). Esse seu relacionamento vai te levar pra um verdadeiro inferno. Esquece esse cara antes que seja tarde para você.

      Excluir
  16. Olá! Estou em um namoro há 6 anos. Vira e mexe brigo com meu namorado pq ele não gosta de sair, so quer ficar comigo em casa, quer dizer na casa dele. Ele tem 2 sobrinhas pequenas que assumiu como filhas e eu não concordo com o a educacao que estao dando e por isso não consigo mais ficar na casa dele. Cada dia que passa estamos mais distantes e brigando muito. Eu o amo, mas essas diferenças estao acabando com o nosso namoro. Não sei se vale a pena continuar já que ele quer morar com a familia a vida toda.

    ResponderExcluir
  17. Ola Alan, meu namorado acaba de terminar o namoro comigo por incompatibilidade, diz ele que nunca iriamos dar certo pois ele é uma pessoa que gosta de espaço e eu gosto de muita atenção e ele não pode fazer isso por mim, eu percebia que ele tentou algumas vezes fazer coisas que eu gosto, mas quando ele não fazia eu ficava com muita raiva e ficava falando pra ele que ele não se importava que não gostava de mim, eu sentia isso , ele preferia estar em casa do que ir me ver no domingo por exemplo, ele saia diversas vezes com os amigos dele e até as vezes quando era o nosso dia de sair ele marcava com os amigos, ele não me abraçava muito e não era muito carinhoso e isso me incomodava, ele não queria fazer planos comigo para o futuro porque achava muito cedo mas já namorávamos há um ano e meio. Ele queria fazer um intercambio e nem me perguntou o que eu achava, só queria ir e pronto, eu ficava muito chateada com essas coisas mas agora que ele terminou esto me sentindo fraca e culpada por não ter conseguido aceitar essas coisas nela até porque o motivo do termino foi, segundo ele, incompatibilidade e porque eu não o aceito da forma como ele é e ele também não. é realmente incompatibilidade ou será que ele não gostava verdadeiramente de mim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É os dois motivos.

      Ele não gostava de você e também vocês são incompatíveis. Esquece este cara!

      Excluir
  18. Olá, Alan. já estou 5 meses namorando. No começo minha namorada e eu nos dávamos super bem, não tinha brigas, discordância, algo normal no período da paixão. Mas hoje as coisas mudaram. Já brigamos várias vezes, na opinião dela, por besteiras. Por exemplo: Sempre conversamos no Whats antes de dormir. Ela as vezes demora muito pra responder. Ja reclamei isso com ela, digo que ela não me dá a mesma atenção que eu dou pra ela. As vezes quando estamos juntos, sou super carinhoso, atencioso e as vezes ela é fria, insensível. Quando estamos com os amigos dela, sinto que ela não me da mta atenção, parece que esquece que estou ali. Mas são coisas que hoje ja entendo. Nossa maior dificuldade mesmo é a diferença de interpretações. quando temos uma discussão ela não entende meu ponto de vista, não se coloca no meu lugar. Ela diz também que não entendo ela. E sempre quando a gente discute ela diz que a gente não vai dar certo, por conta das diferenças. Isso me irrita, me passa a impressão de que ela não luta pela relação. por que sempre que isso acontece tento resolver a situação. Ela tambem, mas as vezes ela fala em terminar. Ela é aquele estilo de mulher "bruta". Ela é orgulhosa, insensível as vezes. Somos cristãos, mas apesar disso ela não sonha em casar, já eu sim. Não tenho pressa, mas tenho receio que ela termine comigo mesmo gostando de mim simplesmente por não querer casar, como fez com o último namorado dela. Receio também por que quase sempre que temos uma discussão ela pronuncia a palavra "terminar". será se é apenas diferenças ou incompatibilidade?

    ResponderExcluir
  19. Amigo, preciso de um conselho. Eu e meus esposo somos cristãos e ambos nos damos bem mas temos uma incompatibilidade que é o que mais vem causando brigas. Ele foi criado em um lar onde sempre tinha visitas (todo dia) a mãe dele não trabalhava e adorava servir as visitas que iam na casa dele. Eu fui criada em uma casa que nunca recebeu visitas e sempre que queria levar uma amiga tinha que pedir aos meus pais e me acostumei, assim, com a casa "vazia" e confesso que me acostumei e gosto disso. Isso ocasiona muitas brigas pois volto do trabalho cansada e quero colocar o pijama e descansar e quando chego em casa... visitas! Já brigamos, estipulamos quantidade permitida (no caso 3 por semana) mas isso dura alguns dias apenas .... Estou estressada e já não sei mais o que fazer, e como resolver de vez essa questão. Se pudesse aconselhar-me, agradeço!

    ResponderExcluir
  20. Tenho 35 anos, Sou casada há 10 anos, tenho 2 filhos pequenos, e a convivência com meu marido beira o marasmo. Sinto como se ele estivesse roubando minha vida. Pois sou alegre, sociável, cheia de amigos e ele não tem um amigo se quer. Não gostamos das mesmas músicas, comidas, lugares... Ele não tem paciência com os filhos e não o considero um Pai presente, apesar de só ficar em casa. Eu adoro animais, e ele acha que só servem pra fazer sujeiras. Não acho prazeroso estar no mesmo lugar que ele é sempre arrumo alguma coisa pra fazer pra não dividirmos o mesmo espaço. Ele não tem religião e é o maior julgador que existe. A verdade dele é que está certa. É muito difícil conviver assim... Continuo pelos meus filhos, se fosse só por mim, já teria partido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha situação é muitíssimo parecida com a sua. Lamento por isso, pois sei que é muito desagradável...

      Excluir
  21. Crente dando dica de relacionamento hahahaha

    ResponderExcluir
  22. Crente dando dica de relacionamento hahahaha

    ResponderExcluir
  23. Namoro à 6 anos, tenho 22 anos e ela 21. Gostamos um do outro, queremos casar, estudo muito e ela tbm. Mas deseja ser funcionária pública e viver meio que parada, só reproduzir trabalho. Eu quero ser um mega empresário, abrir minha empresa e crescer, inovar, esse é meu sonho. Mas ela não me ajuda, não oferece conselhos, não tá nem aí. Pode me ajudar ? Quero continuar com ela, mas ela quer viver uma vida de órgão público, acomodada, vivendo, comprando e reproduzindo o trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos lá ver a questão. Nesses 6 anos, só agora é que pensaram nisso? Claro que ainda eram, e ainda são novos. Mas essas perspectivas para o futuro só surgiram agora?
      Quanto ao apoio, ela só esta a deixar de dar conselhos agora, e nesse caso em especifico? Ou ela sempre foi assim, de dar pouco suporte?
      Se não era assim, isso poderá ser insegurança dela face ao futuro?
      E qual é o papel dela caso de facto sigas o teu sonho de empresário? Em que vai trabalhar? Não da para conciliar os dois empregos? Ou um implica sair do pais e o outro ficar? Responde as perguntas e descobre a solucao por ti mesmo.

      Excluir
  24. Boa tarde

    Eu namoro a 9 meses e com 3 meses de namoro eu ela ficou grávida de mim foi por falta de prudência minha e dela, só que antes dela engravidar no começo do namoro nos brigavamos muito por incompatibilidade, ela era mega ciumenta e me prendia muito, não podia fazer nada sozinho; e quando engravidou piorou muito mais; ela nunca aceitou meu trabalho pois trabalho no comércio e no shopping da cidade onde trabalha muitas mulheres, então ela odeia meu trabalho por conta disso fala que lá é um puteiro que adoro ficar com minhas biscates, eu sempre respeitei ela nunca a traí, ela nunca me incentivou a crescer na vida onde eu busco bastante e ela vê isso, nos dormimos juntos, eu não sei se realmente a amo r penso muito em terminar; mas oque ne segura é o meu filho que ela carrega na barriga, oque me aconselha a fazer ?

    ResponderExcluir

Cuidado com palavrões e ofensas de qualquer tipo discriminatório.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.