logotipo sobre relacionamento

Home | Sobre | Contato | p/Solteiras

Quem “se amiga” vive um inferno na sua vida.

Como Conquistar Um Homem
As pessoas se enganam quando decidem viver com alguém e acham que vai ser pra vida toda, sendo que elas começam um relacionamento errado e que nada tem a ver com a vontade de Deus pra ela. “Se amigar”, como o próprio nome já diz, é um nome ‘bonitinho’ para disfarçar a realidade de que eles não tem um relacionamento sério de verdade como um casal de verdade. É meio que uma desculpa para si mesmo: “Vamos morar juntos, mas sem o compromisso do casamento, pois, assim, se não der certo, cada um vai pro seu canto”. Com este pensamento os dois já entram em um relacionamento com pensamento de fracasso. A partir daí qualquer briga pode ser motivo de separação. Ora, se as pessoas pudessem simplesmente juntar seus trapos e ir morar juntos, por que casar-se então? O que é um casamento neste caso? Acredite, se você quer ter um relacionamento feliz, é melhor casar do que “se amigar”. Mas por quê? Vais descobrir agora.

O casamento é um compromisso; o ‘morar junto’, não.


Quem “se amiga” vive um inferno na sua vidaQuando você se casa com alguém, está assumindo um compromisso com aquela pessoa de ser fiel em todos os momentos da vida. Na saúde e na doença, lembra? Mas e quando você simplesmente mora junto? Onde está o compromisso? Não existe. Se no próprio casamento alguns negligenciam o compromisso com o seu cônjuge, imagina quando estão apenas amigados. Morar junto com uma pessoa é uma coisa, agora ser realmente casado com ela é outra totalmente diferente. Morar junto não implica em compromisso de ficar com a pessoa até o resto das suas vidas, o que causa grandes problemas no futuro do casal, já que não há confirmação de laços fortes, principalmente no que diz respeito às bênçãos de Deus na vida a dois (Deus é muito importante no relacionamento amoroso.).

O pensamento de ‘se amigar’ é negativo


Quando você resolve se amigar, está levando em consideração que pode ser que não dê certo e você terá uma “escapatória”. No caso das mulheres, podem voltar pra casa da mãe e, no caso dos homens, podem simplesmente deixa-la e arrumar outra. Ou seja, o pensamento que predomina é o negativo, aquele onde os dois consideram a hipótese de que talvez não dê certo, então eles tem que ter um plano B. Mas no casamento não. Quando você se casa, na sua mente (ou pelo menos na maioria das mentes das pessoas) vai ser pra sempre.

As brigas por ciúmes e insegurança são frequentes


Como não há compromisso relativamente sério que os prendam num laço matrimonial, um vive pensando que talvez possa ser traído a qualquer momento e, embora nem sempre seja assim o tempo todo, é muito comum esta insegurança entrar na vida do casal quando menos se espera. Até porque a pessoa, como não assumiu compromisso de verdade, tende a querer sair com os amigos(as) e chegar tarde algumas vezes com a desculpa de “eu não sou casado(a) mesmo”, ou seja, tem uma sensação de liberdade que vai levar a pessoa a tomar atitudes que só vão ajudar para o declínio da vida a dois.

Violência física ocorre com maior naturalidade


A violência física contra a mulher é uma realidade que nem precisaria ser mencionada aqui. E é lógico que isto acontece tanto em pessoas que são casadas quanto com pessoas que são amigadas, mas a verdade é que nestes últimos a frequência é maior, devido as maiores inseguranças e insatisfações que são geradas no relacionamento, já que estes não podem ter plena convicção dos atos dos parceiros.

Risco de gravidez indesejada e abandono


E, por ultimo, muitas mulheres engravidam depois que resolvem ‘se amigar’ com um homem e, quando não dá certo, estas voltam pra casa de suas mães com um bebê no colo de presente, sofrendo porque o pai não assumiu a criança ou porque foram abandonadas devido à não  responsabilidade do desnaturado que ela resolveu se relacionar (as vezes a desnaturada é a própria mulher).

Se amigar nunca é uma boa opção. As pessoas sofrem muito dentro deste tipo de relacionamento. Se você está lendo artigo e está amigado(a) com alguém, reflita se qualquer um dos tópicos abordados acima não diz respeito a você. Tenho certeza que a maioria sim. E ainda digo mais, você deve está vivendo um inferno morando com essa pessoa e deve está sofrendo muito neste exato momento, desejando que tudo fosse diferente, mas não é.

Se os casamentos já não estão durando mais como antigamente, o que dirá das pessoas que “se amigam” sem compromisso nenhum?

Pense nisso!

A última dica


Se você quiser salvar seu relacionamento de verdade, eu deixo abaixo a recomendação de um curso criado por um especialista comportamental:




Att,
Alan Ribeiro


*Você se sentiria feliz em compartilhar este artigo?

Somente clique no botão se
você nunca foi feliz no amor!

0 comentários:

Postar um comentário

Cuidado com palavrões e ofensas de qualquer tipo discriminatório.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.