logotipo sobre relacionamento

Home | Sobre | Contato | p/Solteiras

A diferença entre amor e paixão

Como Conquistar Um Homem

Sim, nós já falamos aqui sobre o assunto na nossa postagem amor x paixão, mas foi bem no começo do blog e o texto não foi detalhado, pois foi mais uma generalização da diferença entre os dois. Porém, hoje, faremos muito mais do que generalizar, mostraremos com mais riqueza de detalhes qual a diferença entre o amor e a paixão. Pra começar, entenda que ainda há gente confundindo os dois e se dando mal. A verdade é que a diferença entre amor e paixão está intimamente ligada a questão da emoção nos relacionamentos. Tanto amor, quanto paixão são emoções, mas quem ama de verdade tende a ser mais racional do que quem está apaixonado. Se te interessar saber sobre a batalha que a razão trava com a emoção, basta ler o nosso artigo a respeito. A paixão e destruidora, o amor é construtivo. Não obstante há muitas diferenças entre os dois, a verdade é que quem tem um tende a sofrer irremediavelmente, mas quem tem o outro tende a ser feliz pra sempre, mas somente se for o amor inteligente.

A diferença entre amor e paixão

Diferença entre amor e paixão

AMOR
PAIXÃO
O amor sabe esperar. Ele tem paciência para esperar o tempo certo de acontecer as coisas. Ele consegue se abster de coisas carnais na tentativa de deixar tudo acontecer no tempo certo.
A paixão é ansiosa. Ela é impaciente e quer tudo pra ontem. Nunca espera nada acontecer no tempo certo e, por conta disso, faz as pessoas quebrarem a cara por tomarem decisões no tempo errado.
O amor é reflexivo. Mede as consequências dos atos e só toma atitudes pautadas no que é certo e no que vai proporcionar bem para a pessoa, mesmo que a curto prazo possa parecer horrível.
A paixão é impulsiva. Faz tudo na hora e quer tudo na hora. Não pensa. Não raciocina direito nas consequências dos atos. Faz as pessoas cometerem a maior burrada da sua vida no calor de uma emoção.
O amor é cabeça. Sim, o amor está mais na cabeça do que no coração. Isto acontece porque o amor não tem a intenção de fazer sofrer e, por conta disso, coloca os sentimentos em segundo plano e ouve primeiro a voz da razão.
A paixão é coração. Isso mesmo, a paixão está muito mais no coração. Faz as pessoas agirem pautadas em emoções erradas que só levam ao fracasso sentimental. Quem ouve o coração está fadado a ser infeliz no amor.
O amor é paz. Quem ama está tranquilo, pois não se preocupa se pode perder a pessoa a quem tanto ama, pois sabe que se o amor é verdadeiro, ele não vai se acabar de repente.
A paixão é inquietude. Está sempre fazendo a pessoa se sentir insegura achando que vai perder a outra pessoa o tempo todo. A paixão tira a paz e coloca a obsessão.
O amor constrói. Tudo que é feito a base do amor é para edificar a própria pessoa. Quem vive um amor verdadeiro só tende a crescer espiritualmente e internamente.
A paixão destrói. Destrói sentimentos, vidas, pessoas e paz de espírito. Quem está apaixonado simplesmente não consegue construir nada na sua vida além de pranto e dor. A paixão não deixa nada em pé.
O amor é segurança. Quem ama simplesmente tem a certeza de que tudo vai dar certo e de que sua vida sentimental está segura.
A paixão é incerteza. A incerteza do amanha, do depois, do futuro, da fidelidade, do zelo e de tudo. A paixão é a rainha das inseguranças e tudo que está relacionado a paixão é cheio de duvidas.
O amor é eterno. Sempre há espaço para mais amor e ele nunca acaba. Pode ser comparado como um professor, que aparece na sua vida pra que você venha aprender e o que é ensinado permanece em nossas mentes e não se apaga.
A paixão é passageira. Vem do nada e do nada vai embora. A paixão pode ser comparada com aquele seu parente que vem a sua casa de surpresa, consome o que você tem e depois vai embora sem ter acrescentado em nada.
O amor é incomparável. Quando você sentir o amor verdadeiramente dentro de si não conseguirá comparar com mais  nada, pois não há como definir ou explicar, somente quem sente sabe o que representa.
A paixão é igual a todas as outras. Todos já tiveram e nunca fez diferença nenhuma na vida daquele que a teve. A paixão, se não fosse abstrata, seria palpável e decifrável só num olhar.

Existem ainda muitas diferenças que você pode descobrir por si mesmo vivendo a sua vida e aprendendo com ela. Mas para quem não entendeu ainda, prefira o amor do que a paixão, pois com o amor você será feliz, mas com a paixão você perderá o chão.



*Você se sentiria feliz em compartilhar este artigo?

Somente clique no botão se
você nunca foi feliz no amor!

2 comentários:

  1. A paixão mata o amor constrói, a. Paixão adoece pois desequilibra emocionalmente as pessoas, ao passo que o amor é racional, bom texto estou nessa de paixão e estou sofrendo muito e sem decisões.

    ResponderExcluir
  2. Pena que li este texto depois que já estava apaixonado e sei como machuca o texto é bem real e sinto isso em mim, o que o texto diz sobre paixão.

    ResponderExcluir

Cuidado com palavrões e ofensas de qualquer tipo discriminatório.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.