Inscreva-se no nosso E-curso: CHEGA DE SOFRER NO AMOR, QUERO SER DIFERENTE. É completamente GRÁTIS!

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Casado, mas diz que trai a mulher por falta de sexo


Amigos leitores, esta é mais uma história de um de nossos leitores do blog. Ele conta o problema que tem passado por ter se apaixonado por outra mulher fora de seu casamento, visto que sua esposa está fria sexualmente falando. Infelizmente nosso amigo não é o único a passar por uma situação como essa. Quantas pessoas conhecemos que tem o mesmo problema no seu casamento? Talvez você seja também alguém numa situação semelhante. Ao receber este e-mail do nosso amigo, eu o respondi com sinceridade. Nas próximas linhas você verá na integra o e-mail que recebi. Peço que leia com atenção e, se você tem algum conselho para nosso amigo, deixe seu comentário abaixo expressando sua opinião a respeito. Logo após o e-mail dele, vou colocar o que escrevi no e-mail de resposta que enviei a ele.
Sou casado há quase 20 anos. Tenho um filho de 15 anos. Minha esposa é uma mulher muito trabalhadora, me ajuda muito, mas nosso relacionamento sexual é bem devagar, já foi intenso.

trai a mulher por falta de sexoHá cerca de mais de um ano conheci uma mulher, tem 43 anos de idade, separada e só. Tem filhos, mas são todos independentes e não moram com ela. Quando a conheci estava passado por um momento difícil, ela. Estava meio depressiva, ajudei a superar esta fase, dando palavras de otimismo, fazendo o que podia para ajudá-la. Ela é evangélica, pertence a uma religião dogmática, que não admitem que mulher separada, não divorciada case com algum membro da igreja.

Pois bem, houve um dia que eu dei em cima, dei um beijo na boca e ela afastou-se, mas aproximou depois de alguns dias. Novamente a beijei e fiz um carinho em seu seio, chupei-o. Ela gostou, aprovou. Ali começamos a ter um relacionamento. Eu frequentava o local que ela morava, mas só rolava beijos e abraços, nada mais. Eu ia no trabalho dela. Fomos ao cinema. Ela dando uma de difícil. Por fim, após uns 4 meses nesse rala rala, acabei por transar com ela, nada demais, foi algo rápido, sem ela esperar, creio eu.

Acabei me apaixonando. Minha vida virou um inferno. A primeira transa foi em agosto de 2011 e aí fomos transando. Para mim era novidade, nunca tinha traído minha esposa. Esta mulher já foi casada, largou o marido porque, segundo ela, o mesmo traía ela. Com este marido teve 4 filhos.

Conheceu outro homem, foi morar com ele e teve uma filha dele, também, segundo ela, ele a traiu e era muito ciumento. Após teve alguns casos, namoricos, tudo isto ela me disse. Quando a conheci, ela disse que já fazia 10 anos que não transava, depois que virou religiosa.

No sexo ela é devagar, só papai e mamãe ou vem por cima, gosta muito de gozar. Como disse comecei a viver um inferno, estava apaixonado. Quando foi no mês de janeiro de 2012, graças a Deus, conheci no orkut um site e neste acabei por descobrir às obras de Nessahan Alita, lendo como lidar com mulheres e a guerra da paixão, costumo ler os dois juntos, me abriu a mente, comecei a descobrir com quem estava lidando.

Esta mulher é a "espertinha", após eu me apaixonar, me declarar o meu amor, comecei a se rejeitado, chamado de sensível, ela até tirou uma barato de mim, falando: "vai chorar"? Sei que o que eu sentia foi esfriando, para ter uma ideia só de falar com ela pelo telefone eu ficava superexcitado, mas lendo os ensinamentos de Nessahan fui esfriando, ainda não esqueci totalmente dessa criatura.

Às vezes me apavorava, pois ela dizia, quando é que iríamos morar juntos. E ainda é amiga de minha esposa.

Ultimamente luto para esquecer de vez dessa mulher. Já não ligo mais, já não falo palavras de amor como falava. Agora vou direto no assunto, aí transamos, ela aceita. No entanto de umas três transas para cá, ela vive falando besteiras na hora da transa, aí eu perco o tesão. Hoje eu pude conversar com ela explicar o que está havendo entre nós, conversamos muito, ela acabou por revelar que tinha marcado um encontro com um cara do trabalho dela, mas ela não apareceu, diz que é por respeito a mim, eu fingi acreditar, até incentivei-a ir, como em um dos trechos do livro do Nessahan, mas eu não acredito em uma só palavra dessa criatura.

Ela mora próximo de minha casa, ao lado, trabalha a noite, não sai, só sai para o trabalho, nas folgas, que é uma por semana fica em casa dormindo.

Um dia desses estava vendo o seu celular, neste, estava várias fotos de alguns funcionários da empresa. Ela diz, serem amigos, até falou que um é gay.

Eu tô louco para cair fora, mas não tenho coragem. Fico um, dois dias sem ligar no celular dela, mas aí não aguento, marco para ir na casa dela e ela me aceita, aí nós transamos, ainda que uma transa mal feita, pois como disse, é só papai e mamãe ou ela vem por cima. Já tentei outras formas, mas ela não aceita. Hoje ela me falou que já está preparada para eu terminar, que quando eu declarar, aí ela parte para outra (fiquei intrigado), será que já existe outro a espera?

Com todo respeito, o que faço? Será que esta mulher sente algo por mim? Ela diz que sente, que até me entende minha situação de casado, sabe que meu filho é ciumento, tem ciúmes de mim, até minha mulher anda com a pulga atrás da orelha.

Como disse, minha esposa é muito trabalhadora, no entanto, parece que nosso relacionamento anda desgastado. Fazemos sexo pelo menos duas vezes por mês. Tem um trecho do livro como lidar com mulheres, que o Nessahan diz, que quando pressionamos a namorada ou até a esposa, dizendo que se ela continuar com o comportamento de negar sexo está dando chance de irmos atrás de outra mulher. Eu quando faço isso, funciona, mesmo antes de conhecer a obra do Nessahan Alita.

Pois é, esta espertinha que transo, é uma mulher de 43 anos, mais nova que eu 3 ou 4 anos, nem parece que teve 05 filhos, tem um corpo escultural, é uma delícia, só que já não tenho tanta confiança, tanto amor como antes, ainda mais agora, do papo que tive hoje com ela, de dizer, após eu ficar sem ligar por dois dias, que só está esperando o momento de eu terminar com ela para que ela comece a procurar outro. Que não me trai ainda, porque gosta de mim.
Eu juro, fiquei com a pulga atrás da orelha.

Os sentimentos dessa pessoa são confusos, muito. Há poucos dias eu comprei um livro de nome: "Eu te amo, mas sou feliz sem você". Excelente, explica o que é paixão e o que é amor.No entanto, como disse, eu é que procuro a diaba, e ela cede, todas as vezes que nos encontramos, na casa dela, transamos.

Ultimamente, de umas 03 (três) vezes para cá, ela anda percebendo que ando me afastando (e tô mesmo), ela me procura, diz que está insegura. Eu tô querendo sair fora, pois eu disse a ela, que em um relacionamento deve haver sinceridade, transparência, e ele joga muito, muito joguinho. Aprendi muito com esta mulher, entre o que aprendi: que um homem jamais deve revelar o seu sentimento a uma mulher (do tipo dela), pois um homem apaixonado acaba sendo pisoteado, desprezado e mulher assim adora, aprendi algumas coisas novas no sexo, eu não sabia, aprendi a manipular (aprendi com esta mulher).

Ando sem tesão, meu amor diminuiu, aliás, a paixão, nas últimas transas que tenho com ela, não sinto muita virilidade. Na hora da transa ela põe um pano no rosto ou no meu para não ver o rosto dela, começa a falar. Olha, eu sei lá, tô saindo devagar deste relacionamento. Para mim teve alguns pontos positivos, e outros que estão sendo negativos. Eu fiquei 01 (um) mês sem vê-la, liguei algumas vezes, no entanto, acabei me encontrando com ela e fizemos sexo, com menos de 04 dias fizemos novamente, aí ela caprichou, bateu com o meu pênis no ponto g e dizia, é aí o ponto g.

Passou uns 05 dias começou a me maltratar novamente, me dando canseira, até que eu tive uma =conversa séria no dia 07 de julho, dei um prazo para ela até o dia 08, até às 20:30 o que ela queria comigo, se era "ficar" ou acabar de vez com a relação, ela titubeou, balançou, disse que não daria a resposta, que queria uma amizade, eu não aceitei.
Como ela não ligou para dizer nem sim, nem não, creio que optou pelo não, pois eu disse a ela, que o silêncio também era não.

Desde então, não liguei mais e não pretendo ligar. Vou dar por encerrado, até porque, como disse, eu sou casado, tenho paz, por mais que eu goste desta mulher, tenho que esquecê-la.
Aprendi muito com ela, mas sofri muito também.

Espero que não me crucifiquem, afinal, todos nós temos o telhado de vidro, não é verdade?!

Por gentileza, espero uma opinião.

ABAIXO SEGUE A RESPOSTA QUE ENVIEI A ESTE EMAIL

Tudo nesta vida é feito de escolhas, isso você ja sabe. Algumas são boas e vão te levar para um caminho bom e correto e umas são erradas e vão te levar a destruição que, ás vezes, são emocionais e outras são até físicas.

Você fez uma escolha, optou por ter uma aventura fora do casamento.

Não é preciso lhe dizer que isto é errado correto? Mas não se preocupe, não vou lhe julgar, o ser humano é falho.

Mas o melhor conselho que alguém que quer sua felicidade, como nós, podemos lhe dar é: - Se livre imediatamete desta mulher, pois uma aventura não vale apena o sofrimento de arruinar seu casamento.

Se sua mulher está fria amigo, cabe a vocês dois conversarem muito a respeito disso para que tudo possa melhorar.

Na bíblia está escrito que o homem não pode ficar muito tempo sem ter relações com sua mulher, pois ai o diabo atenta e acontece exatamente o que aconteceu com você. Você pode até mostrar isto para ela. Veja a passagem biblica:

"A mulher não tem poder sobre seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e tambem da mesma maneira, o marido não tem poder sobre seu próprio corpo, mas tem-no a mulher. Não vos priveis um ao outro.... para que satanás não vos tente pela vossa incontinência - 1 Corintios 7:4-5 "

Espero que você tenha entendido, mostre isto para sua mulher para que a intimidade de vocês possa melhorar.

Quando você ficar bem com sua esposa, não precisará de mais nenhuma outra.

Mas agora o que você precisa fazer de imediatamente é ESQUECER DE UMA VEZ POR TODAS ESTA MULHER QUE SÓ ESTÁ TE DESTRUINDO.

E se você acredita em Deus, então recomendo que faça uma oração, pois Deus escuta a todos que agem com sinceridade. E você parece ser muito sincero quando diz que não aguenta mais esta situação.

SE VOCÊ TEM ALGUM CONSELHO PARA NOSSO AMIGO, DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Um abraço a todos! Deixe seu comentário por favor. E clica em curtir aí no face!




Sobre o autor do Blog

Alan Ribeiro é autor do blog SobreRelacionamento.com desde novembro de 2011, onde posta dicas de relacionamentos para os mais variados tipos de casos. Tem formação de técnico em informática e estuda bacharelado em administração na UFPA.

4 comentários :

  1. Bem, não que justifique, casamento é coisa séria, é contrato de fidelidade. O homem abre mão da libido altissima e desejo de ficar com várias, e a mulher do instinto hipergâmico pra ficar só com um pelo bem maior: Os filhos, a família.
    MAS, é compreensível. Mulheres não gostam de sexo, elas fazem para usarem como moeda de troca, emoções fortes, tentar domar um alfa, cafajeste, não gostam do ato por si só, como os homens gostam. A libido delas é muito baixa, o prazer físico é baixo. Então apenas no começo do casamento elas dão sexo, tudo é novidade, mas com a rotina enjoam fácil, nos primeiros anos de casamento já vão começar com as tradicionais dores de cabeça, cansaço quando o marido a procurar. Então o cara simplesmente não aguenta ficar sem sexo, e vai buscar fora. É só isso, as pessoas complicam demais, mas é apenas isso mesmo. Como dito anteriormente, não justifica trair. Acessem facebook.com/MetendoaReal e saibam mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso que você falou está completamente esquivocado. Claro que as mulheres gostam de sexo, só que não são tão ardilosas como os homens. Só isso.

      Excluir
  2. Você trai sua esposa e ainda se queixa sobre o relacionamento que tem com a amante? Eu espero que sua mulher descubra o que você anda fazendo... acha bonito trocar uma mulher batalhadora (como você mesmo disse), com quem constituiu uma família por outra? Isso não é um homem, é um rato!

    ResponderExcluir

Cuidado com palavrões e ofensas de qualquer tipo discriminatório. Comente sempre e apareça no nosso TOP COMENTADORES.