segunda-feira, 12 de março de 2012

Quando terminar um relacionamento?

Terminar um relacionamento é, em muitas situações, um momento difícil, mas a base to término está em uma atitude que um dos parceiros ou ambos precisam tomar (veja 6 erros cometidos em muitos relacionamentos). Quando o sentimento vai se perdendo em meios às situações diárias que o casal vive é de se esperar que o fim esteja próximo, pois um dos dois irá se cansar. Infelizmente muitas pessoas não conseguem tomar a atitude de terminar um relacionamento, mesmo sabendo que não há outra saída, pois muitas vezes encontram seus próprios motivos sentimentais para não terminar um namoro, noivado ou casamento. A verdade é que muitos ficam se perguntando o seguinte: “Será que realmente devo terminar?”. E essa pergunta atormenta as mentes daqueles que estão passando por dificuldades sentimentais dentro de um relacionamento. Quando terminar um namoro? A resposta segue nas seguintes linhas.

Quando há traição

Quando terminar um relacionamento?

A traição é o principal motivo de muitas separações de casais no mundo, porém existem aqueles que resolvem perdoar e dá uma nova chance ao parceiro. O problema é que quando alguém se sente traído ele tem duas opções de atitudes a tomar quando resolve continuar com o parceiro(a):
  • Perdoar e continuar: É a melhor das opções e a recomendável nesses casos de traição, pois, mesmo nunca esquecendo daquilo, quando se perdoa a mágoa não fica no coração e a pessoa não sofre, pois aquilo que aconteceu já não faz mais efeito dentro de si.
  • Não perdoar e continuar: Essa com certeza é a opção menos recomendável a todos que resolvem continuar um relacionamento depois de descobrir uma traição, pois quem não perdoa guarda mágoas dentro de si e vai sempre ficar lembrando do que o parceiro ou parceira fez, o que, consequentemente, trará sofrimento a longo prazo para as duas pessoas.
Caso a pessoa escolha perdoar, pode ser que no futuro, dependendo de como as coisas se desenrolam no relacionamento, a confiança possa ser restabelecida, muito embora isto seja de extrema dificuldade.

Caso a pessoa escolha não perdoar, tenha a certeza de que o relacionamento só irá para o buraco e vai fracassar uma hora ou outra em meio a brigas e desentendimentos.

Portanto, na maioria das vezes, quando há traição, o relacionamento está fadado ao fracasso mais cedo ou mais tarde, pois a maioria das pessoas, embora “pensem” que perdoaram, na verdade guardaram aquele fato dentro de si e em determinado momento ele virá à tona. Então o melhor a fazer quando há traição e a pessoa não consegue perdoar verdadeiramente seu parceiro(a) é terminar o relacionamento. (veja Traição e adulterio - como reagir?)

Quando o sentimento acabou


Se você não gosta mais de uma pessoa, então porque continuar com ela? Não concorda? A amizade é um alternativa para aqueles que não sentem mais nada, amorosamente falando, pelo seu parceiro(a). Alguém gostar de você não é motivo para engrenar ou continuar um relacionamento, pois o amor precisa vir das duas partes e não apenas de uma. Se a pessoa já não se sente bem com a outra a ponto de muitas vezes desejar estar só, então deve logo acabar com este relacionamento e não ficar enrolando o outro dando falsas esperanças de que tudo vai continuar bem. Quando o sentimento esfria até o “zero absoluto” é preciso rever se você vai continuar numa parceria sem sentimentos verdadeiros envolvidos ou se vai acabar logo com isso antes que seja tarde. Por pior que seja dizer “acabou” para uma pessoa, com certeza é melhor do que ficar com ela por pena. Muitas pessoas estão ainda aprendendo a amar, mas se você está passando por algo parecido, então termine este relacionamento antes que um dos dois sofra mais no futuro.

Quando há violência física


Não seria necessário eu falar isso, porém há pessoas, na sua maioria mulheres, que, mesmo sendo agredidas, continuam com seus parceiros. Não faz muito tempo passou na TV um caso de uma mulher sendo chutada e agredida em via publica por um cara que inicialmente estava em cima de uma moto quando deu o primeiro chute nela e depois sai arrastando ela pelos cabelos no canteiro. Quando essa mulher foi perguntada pela equipe da imprensa o porquê que ela aceitava passar por tudo isso, ela disse que era porque “amava ele”. Infelizmente este caso não está isolado, e muitos outros ainda existirão, mas não muda a realidade de que quando uma pessoa, homem ou mulher, passar a sofrer agressões físicas pelo parceiro(a), é hora de terminar o relacionamento.

Quando a pessoa mostra-se totalmente diferente do que aparentava ser


Isso acontece quando, ao iniciar um relacionamento, ainda na fase de conhecimento da pessoa, um idealiza o outro de uma maneira que na verdade não são (veja O príncipe encantado realmente existe?). É certo que ninguém é perfeito e todos tem seus defeitos que só vão aparecer depois de um tempo de convivência, porém existem pessoas que fingem ser o que não são e, quando são descobertas, já é tarde demais, pois o relacionamento já engrenou. Mas quando se percebe que uma pessoa é totalmente diferente do que aparentava ser, então é só raciocinar que você esta sentimentalmente envolvido com alguém que você definitivamente não conhece. O melhor neste caso é terminar, pois se ele ou ela não foi capaz de mostrar suas verdadeiras características no inicio, é porque ainda virá muita falsidade pela frente.

Vou parar por aqui apenas nestas características, pois depois de pensar bastante percebi que existem muitas outras, mas que são uma ramificação destas já citadas anteriormente, então vou deixa-las para uma próxima postagem. 

Mas em resumo de tudo eu deixo claro: A maioria das razões porque muitas pessoas estão em relacionamentos que já deviam ter terminado é por causa de um sentimento implícito de medo, culpa, duvida, ou pena, sendo que se um relacionamento ainda está sendo “empurrado com a barriga” por algum desses sentimentos citados anteriormente, então é hora de dar um fim.

Espero que tenham gostado, caso queiram receber regularmente nossos emails com dicas é só cadastra-lo aqui no blog. Comenta aí.

Um abraço a todos! Deixe seu comentário por favor. E clica em curtir aí no face!



Sobre o autor do Blog

Alan Ribeiro é autor do blog SobreRelacionamento.com desde novembro de 2011, onde posta dicas de relacionamentos para os mais variados tipos de casos. Tem formação de técnico em informática e estuda bacharelado em administração na UFPA.
Comentários
6 Comentários

6 comentários :

  1. E quando a diferenca muito grande de classe social?

    ResponderExcluir
  2. Dinheiro tem nada aver,eu com certeza tenho 50 vezes mais que vc,minha namora e virada,e nem por isso amo ela menos....

    ResponderExcluir
  3. isso porque num passo pelas disgraças do pobre namorado kkkk

    ResponderExcluir
  4. E quando o cara e casado e ele vive um caso extraconjugal a tempos com uma mulher solteira sendo que os dois se amam e ele fala que so nao deixou a vida de casado oor causa dos dois filhos e diz nao amar mas a esposa e nao tem nada com ela oq acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho muitas coisas.

      Primeiro: O cara NÃO TEM CARÁTER NENHUM, pois trai a esposa e a família, passando um péssimo exemplo. Esse cara nem sequer pode ser chamado de homem. Não merece nenhuma consideração.

      Segundo: a amante NÃO TEM CARÁTER TAMBÉM, e ainda por cima é INGÊNUA E BESTA. Ela não tem caráter porque se sujeita a destruir uma família, pegando o marido de outra. E é ingênua por pensar que o cara vai realmente deixar a outra algum dia por causa dela, pois é lógico que não vai. Esse papo de que não larga a esposa por causa dos filhos é a mesma ladainha que todo homem casado conta pra enganar mulheres bestas que caem na lábia dele.

      Terceiro: Se o cara trai a esposa por causa da amante, o que faz essa amante pensar que ele não vai trair ela caso ele realmente largue a esposa para ficar com ela? BESTA MESMO. É lógico que se o cara é infiel para a esposa, ele também será infiel para a amante, pois a índole dele não presta, ele não presta, é um pobre coitado que vai colher o que planta agora no futuro. E a "coitadinha" da amante vai ser muito infeliz do lado de um cara desses, caso ele realmente largasse a esposa algum dia. Na certa ele iria fazer com ela o que fez com a esposa. E iria contar para a outra amante a mesma história que contava pra ela quando ela era a amante.

      Quarto: Tanto o cara, quanto sua amante, vão sofrer muito, pois sabem que estão errados e mesmo assim continuam nessa. Será que essa amante não percebe que a única coisa que o cara quer dela é SEXO? E que quando ele enjoar ela será descartada? Mas isso é ser muito ingênua mesmo..

      Concluindo:

      Se você for a amante, termine este relacionamento pois você não passa de um pedaço de carne e um mero objeto que está sendo usado para satisfação do prazer desse cara que não vale nem o chão que pisa.

      Errar é humano, mas permanecer no erro É GOSTAR DE SOFRER.

      Excluir

Cuidado com palavrões e ofensas de qualquer tipo discriminatório. Comente sempre e apareça no nosso TOP COMENTADORES.